CLASSIFICAÇÕES RIBATEJO NORTE-2017 (4#)



CLASSIFIÇÃO
SPRINT (MEIA MARATONA)

SUB-23 ELITES
1º Fábio Silva- Roda Livre Cartaxo- 390pts
2º André Pereira- Ultra Pedal- 250 pts
3º Pedro Santos- Nucleo Cicloturismo Alcanena- 213 pts
10º JOÃO RODRIGUES-A.C. BTT FÔJO/CONSTRUÇÕES JORGE RIBEIRO- 156PTS
127º------------------------------------------2 PTS

VETERANOS A
1º Luis Rodrigues-Roda Livre Cartaxo- 335pts
2º Nelson Manique- H.C. TURQUEL/Carnes Valinho- 332 pts
3º Hugo Grazina- Os fincadas URD Juncalense- 300pts
9º RENATO VALÉRIO- A.C. BTT FÔJO/CONSTRUÇÕES JORGE RIBEIRO- 129 PTS
35º MARCO LOPES- A.C. BTT FÔJO/CONSTRUÇÕES JORGE RIBEIRO- 50 PTS
140º PEDRO LOUREIRO- A.C. BTT FÔJO/CONSTRUÇÕES JORGE RIBEIRO- 2 PTS
254º-------------------------------------------------1 PTS

VETERANOS C
1º José Silva- Zona 55 Bike Team- 380 pts
2º Carlos Nunes- Grupo Desportivo Movimento- 370pts
3º Mario Santos- Fatima BTT- 295 pts
7º  LUIS MARQUES- A.C. BTT FÔJO/CONSTRUÇÕES JORGE RIBEIRO- 210 PTS
32º JOÃO BETES- A.C. BTT FÔJO/CONSTRUÇÕES JORGE RIBEIRO- 41 PTS
142º----------------------------------------------------------------------- 2 PTS

ELITES FEMININAS
1ª Juliana Tavares- Fatima BTT- 365 pts
2ª Ana Mendão- Casais Lagartos Bike Team- 260 pts
3ª  Nadia Silva- Seca Adegas Bike Team- 160pts
12ª MARGARIDA MATOS- A.C. BTT FÔJO/CONSTRUÇÕES JORGE RIBEIRO- 65 PTS
14ª---------------------------------------- 50 PTS

MARATONA

SUB-23 ELITES
1º Mauro Freitas- H.C. TURQUEL/Carnes Valinho- 280 pts
2º Diogo Veigas- Pedais do Arrão- 270pts
3º Gonçalo Forte- M.F. Bike Team- 235 pts
5º HUGO LOPES-A.C. BTT FÔJO/CONSTRUÇÕES JORGE RIBEIRO- 196 PTS
44º-------------------------------------33 PTS

VETERANOS A
1º Paulo Santos- Roodinhas Santos Silva-370 pts
2º Cesar Piedade- Ofimoto- 310 pts
3º Celso Silva- A minha- 209 pts
16º BRUNO CARMO- A.C. BTT FÔJO/CONSTRUÇÕES JORGE RIBEIRO- 104 PTS
28º PEDRO PIRES- A.C. BTT FÔJO/CONSTRUÇÕES JORGE RIBEIRO- 155 PTS
40º MARCO LOPES- A.C. BTT FÔJO/CONSTRUÇÕES JORGE RIBEIRO- 38 PTS
116º------------------------------ 2 PTS

VETERANOS B
1º Francisco Figueiredo- Arlu BTT- 320 pts
2º Antonio Marques- Fatima BTT- 270 pts
3º Telmo Rodrigues-H.C. TURQUEL/Carnes Valinho- 225 pts
42º MOISES AGOSTINHO- A.C. BTT FÔJO/CONSTRUÇÕES JORGE RIBEIRO- 36 PTS
100º------------------------3 PTS

ELITES FEMININAS
1ª SARA LOPES- A.C. BTT FÔJO/CONSTRUÇÕES JORGE RIBEIRO- 280 PTS
2ª Patricia Rosa- Gteam- 200 pts
3ª Ana Mota-Tretas Bike Team- 180 pts

EQUIPAS
1º- Roodinhas Santos Silva- 1171 pts
2º Roda Livre Cartaxo- 935 pts
3º H.C. Turquel/carnes valinho- 855 pts
 A.C. BTT FÔJO/CONSTRUÇÕES JORGE RIBEIRO- 284 PTS
99º----- pts

3º RAID BTT HOQUEI CLUBE TURQUEL/CARNES VALINHO- 23-07-2017


EVENTO: Competitivo - 4# TROFEU RIBATEJO NORTE
LOCAL: TURQUEL
ORGANIZAÇÃO: Hoquei Clube de Turquel
DISTÂNCIAS ANUNCIADAS: Raid 58KM 1000D+,  Mini Raid 36,8km 500D+
PARTICIPANTES: 270
ZYBERIANOS PRESENTES: 7 (4-58km e 3 nos 37km)
METEREOLOGIA: Ceu quase limpo, alguma neblina,  24º média, excelente para a prática desportiva.


Os 7 zyberianos presentes, o JP a ultima hora infelizmente nao pode participar

Arranque bem cedo de Abrantes por volta das 6h40, viagem calma com paragem para café a meio, vale bem a pena a viagem até Turquel, fomos dos primeiros a inscrever, e ficamos na box 1 com 50 participantes, calmamente levantamos os dorsais e fizemos um aquecimento.

PARTIDA: Organizada, controlo zero, a horas (9.30).

LOGISTICA: Secretariado e  zona de partida junto ao pavilhão assim como banhos e estacionamento tudo na mesma zona e o local almoço, bem organizado.

MARCAÇÕES: Boas, embora a cor das fitas(vermelha e branca) não favorecia, e devido ao vento muitas estavas "escondidas" e enroladas, marcação com pó de pedra no chão a necissitar  reforçar as cortadas mais rápidas.

SITUAÇÕES DE PERIGO/SEGURANÇA: Sinalização com placas de perigo, membros do staff nas travessias de estrada nos ultimos km's faltou elementos do staff em alguns cruzamentos e na estrada final até a meta.

DISTÂNCIA REAL/ALTIMETRIA REAL: Raid 60,km 1097 D+; Meia Mini Raid 37,3KM/ 603D+

 MARCO LOPES


Começou com um "start loop" dentro da localidade.


Depois da saida da localidade entramos num estradão e logo num trilho com "2 vias", os participantes vindos de trás mais rapidos queriam passar a todo o custo por onde não cabia mais ninguem o que provovou algum atrito, desnecessário...
Os trilhos sucediam-se uns atras dos outro, entre estradões que separavam os mesmos, tecnica q.b. era necessário. A maior parte era planos, com curva e contra curva, até aos 20km, algumas pequenas paredes, a maior em alcatrão, entrada no trilho do "vale escindido" salvo erro do nome, com uma subida de 900mts bem dura a 11%, pontos de agua aos km's corretos, o dia tambem estava fresco, antes da separação (mais) um single e desta feita a descer, seguiam-se longos estradões em eucaliptais por vezes com alguma pedra, tudo "comestivel" digo eu, mas mesmo assim ia ao pelo tanto saltinho em cima da bike, separação sensivelmente aos 23km.

 RENATO VALÉRIO ja na 2ª parte do percurso

 SARA LOPES  a rebocar...

 A Maratona subia a meia encosta ja em trilhos mais de serra  eu um pouco mais duros, a meia seguia mais rapida em estradaão com un singles pelo meio, ambos os percursos vinham "desaguar" a recta final com a extensão de cerca de 1 km ligeiramente a subir até a meta.

Quanto a nossa participação, na Maratona o Hugo Lopes manteve as boas prestações, subindo o Bruno que na sua 26" esteve muito bem, o Pedro Pires regressou sem azares, a Sara Lopes, manteve-se na luta em Elites ficando em 2º.
Na distância mais curta, um bom regresso do Marco Lopes em "guerra" com as dores das costas, teve uma boa prestação, o Bifa seguia bem colocado para ir ao podium em Masters 50,  mas um engano de 3km a mais levou-o a partir muito terreno o Renato arrancou bem, mas foi faltando o "combustivel" indo quebrando.

 O Bifa em sprint neste grupo de 4.


 BRUNO CARMO

 HUGO LOPES a chegada.
 PEDRO PIRES

MARCO LOPES  com  o Zé até a meta

Os balnearios tinham boas condições, foi pena a agua fria, mas como o tempo tambem estava bom, não custou tanto, entrega de prémios tambem rapido, e com a "nossa" malta a terminar toda, la fomos almoçar, umas carnes grelhadas com arroz, batata e salada, com simpatia, com a companhia do José Silva da Zona 55 e do Luis Antunes do GDP Movimento e a Urbina, para o ano regressamos a esta localidade de boa gente e excelentes trilhos e quem sabe ainda vamos dar um mergulho a São Martinho..




1º Cesário Filipe- Roodinhas/santos silva- 2:26:46
2º Paulo Santos-Roodinhas/santos silva- 2:26:50
3º Gil Azoia- Roodinhas/santos silva- 2:26:52
58º HUGO LOPES-A.C. BTT FÔJO/CONST.JORGE RIBEIRO- 3:06:52--11º ELITES
73º BRUNO CARMO- A.C. BTT FÔJO/CONST.JORGE RIBEIRO- 3:25:27--25º MASTERS A
80º PEDRO PIRES- A.C. BTT FÔJO/CONST.JORGE RIBEIRO- 3:25:27--27º MASTERS A
96º SARA LOPES-A.C. BTT FÔJO/CONST.JORGE RIBEIRO- 3:54:16--2ª ELITE FEM.
97º------------------------------------------------------------------------3:54:19


CLASSIFICAÇÃO
RAID--ELITES FEMININAS
1ª Patricia Rosa-GTEam- 3:14:24
2ª-SARA LOPES-A.C. BTT FÔJO/CONST.JORGE RIBEIRO- 3:54:16--2ª ELITE FEM.

CLASSIFICAÇÃO 
RAID--ESCALÕES

CLASSIFICAÇÃO GERAL
MINI-RAID--37KM
1º  Nelson Manique- H.C. TURQUEL- 1:31:40
2º Fábio Silva- Roda Livre Cartaxo- 1:32:59
3º Guilherme Lopes- Roda Livre Cartaxo- 1:34:03
20º MARCO LOPES- A.C. BTT FÔJO/CONST.JORGE RIBEIRO- 1:41:37-9º Veterano A
49º LUÍS MARQUES- A.C. BTT FÔJO/CONST.JORGE RIBEIRO- 1:50:36-6º Veterano C
53º RENATO VALÉRIO- A.C. BTT FÔJO/CONST.JORGE RIBEIRO- 1:51:44-25º Veterano A
171º------------------------------------------------------3:33:00

Texto:R.Valério
Fotos: U.Varela, L.Korhzynska

Maratona Golega -02-07-2017


Maratona BTT Golegã, organização a cargo do Clube Desportivo em Movimento. Prova a contar para o campeonato de Maratona da Associação de Ciclismo de Santarém.
Presentes estiveram a Sara Lopes e Hugo Lopes, ambos a competir como federados na distância de Maratona.

Os 2 zyberianos presentes, Hugo Lopes e Sara Lopes

Ao que a escassa informação disponibilizada para organização continha, sabíamos que a Maratona ia ter sensivelmente 75km com 1234m de D+.
Contando que o arranque seria às 9h como estava na informação disponibilizada pela organização, saímos por volta das 7h20 para chegarmos à Golegã às 8h e termos tempo de montar as bicicletas e aquecer calmente.
A logistica do evento estava montada junto às Piscinas da Golegã, O Secretariado criava alguma fila embora não houvessem muitos atletas a participar nesta prova, dado que no ano anterior já tinham acontecido algumas situações anomalas.
Todos os atletas alinharam para a partida às 9h mas foram surpreendidos pelo juíz da federação de ciclismo de Santarém que indicou que a partida só seria feita às 9h30 e antes haveria uma chamada por atleta para boxes separadas entre Maratona e Meia Maratona.

Os atletas mostraram o seu descontentamento, tentaram falar com alguns dos responsáveis da organização mas foram informados que os mesmos andavam a colocar fitas no percurso...
Depois de mais uns minutos de aquecimento, alinhámos de novo para arranque às 9h30, o inicio da prova muito rolante pelos campos desta zona.

As dificuldades começaram quando entrámos nos trilhos da prova do Xterra Golegã, como é sabido uma prova do circuito mundial de triatlo por terra e de elevada dificuldade fisica e tecnica.
Se para a meia maratona era uma passagem nestes trilhos de elevada dificuldade tecnica, para a maratona seriam duas passagens numa autentica pista de XCO! Relembro que esta era uma prova inserida no troféu regional de maratonas, XCM...
É preciso dizer que os trilhos do X-Terra na Golegã são extraordinários, duros fisicamente, subidas dificeis com ganchos altamente tecnicos, descidas onde só os melhores tecnicamente descem em cima da bicicleta. Algo que é otimo para a vertente XCO ou um treino de “Kit de Unhas”, para uma maratona na vertente XCM é completamente desadequado.

Dada a dificuldade técnica do terreno e o dia de calor que se fazia sentir a Sara Lopes fez uma volta e decidiu ir para a zona de meta, este tipo de terreno não é a sua praia e decidiu não arriscar.

O Hugo Lopes, depois uma primeira volta com bom ritmo, seguindo a poucos minutos dos mais diretos adversários, entra numa segunda volta onde com o calor começou a passar pior tendo de baixar o andamento.

Com a entrada nas zonas tecnicas as dificuldades aumentaram fisicamente mas nada que não se estivesse já à espera. Quando já seguia junto do nosso amigo Diogo Veigas do Clube BTT Pedais do Arrão começaram ambos a ficar com pouca àgua e a fazer gestão da mesma, com as temperaturas muito elevadas já se deseperava pelo próximo ponto de àgua.

Depois uma subida longa chegamos então ao abastecimento e tal não é nosso espanto quando vemos que não está lá ninguém. Estamos no meio do percurso, sem àgua e sem saber onde vamos encontrar o próximo elemento da organização.
Durante a subida nº7, isto porque as subidas estavam numeradas e se não me falha a memória eram 11, o Diogo sentiu-se mal e quando chegou ao cimo da mesma encostou a bicicleta e estava deitado no meio da estrada.
Como o Hugo também já não ia bem e acima de tudo não iria deixar ali uma pessoa naquelas condições decidiu abandonar a prova e chamar a organização.
Após alguns telefonemas e 1 hora depois conseguimos que um membro da organização nos fosse buscar e levasse até á meta.
Para completar todo este cenário e ainda mais surreal, foi o facto de verificarmos que a organização atribuiu uma classificação ao nosso atleta Hugo Lopes quando ele desistiu e não completou a prova.

Esta prova foi uma experiência certamente a não repetir. A organização tem imensos pontos a rever se quiser melhor este evento.

Depois da prova fomos até ao almoço, um pouco distante mas acabou por valer a pena, para quem gostava, pois tinhamos uma feijoada otima à nossa espera.

CLASSIFICAÇÃO GERAL

Texto: H.Lopes
Fotos: U.varela


MARATONA BTT OUREM 2017-16-07


EVENTO: Competitivo - 3# TROFEU RIBATEJO NORTE
LOCAL: OUREM
ORGANIZAÇÃO: BTT Clube do Pinheiros, BTT Pedais a fundo
DISTÂNCIAS ANUNCIADAS: Maratona 58KM 1250D+,  Meia Maratona 34km 800D+
PARTICIPANTES: 280
ZYBERIANOS PRESENTES: 7 (3-60km e 4 nos 34km)
METEREOLOGIA: Ceu Limpo, calor, 28º média.

 Aquecimento antes das entradas para as boxes divididas em duas, Maratona e Meia Maratona.

 Os 7 zyberianos presentes, eramos 8 mas um não pode participar.

PARTIDA: Organizada, controlo zero, a horas (9.15), ampla

LOGISTICA: Secretariado (todos os dorsais foram enviados via ctt para casa excepto um, funcionou melhor que o ano passado, mas ainda a rever o processo), zona de partida na Junto ao Centro de Negocios de Ourem, banhos e estacionamento tudo na mesma zona, assim como o local almoço a 800mts, bem organizado.

MARCAÇÕES: Excelentes, marcação no chão com pó de pedra, fita azul e placas.

SITUAÇÕES DE PERIGO/SEGURANÇA: Sinalização com placas de perigo, membros do staff nas travessias de estrada e GNR ao inicio e na passagem da estrada Nacional.

DISTÂNCIA REAL/ALTIMETRIA REAL: Maratona 56,1km 1302 D+; Meia Maratona 33,2KM/ 681D+



Partida dada a horas, dentro do parque de Negocios de Ourem, com cuidado com curvas e contra curvas, depressa iniciamos a subida em alctrão com o "pace car" a controlar o pelotão que já ia prego fundo, entrada na subida em terra tradicional, para partir o extenso pelotão, levantando-se uma nuvem de pó, primeiros quilometros ligeiramente a subir em zona de pinhal, com passagens de estrada, perto dos 7 a 8km zona rolante mais rapida e entrada nos primeiros singles, tecnicos q.b.
Os singles compostos com muita pedra característico da zona, mas não muito tecnicos, pontos de agua de 10km muito bem, até ao abastecimento solido no Bairro, seguiam-se zonas rolantes e uma descida alucinante e single a subir.

 JOÃO RODRIGUES

 SARA LOPES

 RENATO VALÉRIO

 BRUNO CARMO

 BIFA


HUGO LOPES
A separação de percursos fazia-se no Bairro, a maratona seguia para uma zona mais dura da serra, com muito mais pedra onde ia fazer mais 20km e regressavam a mesma localidade para cumprir a segunda parte do percurso que era comum a meia, pequena subida as Eolicas, mais um single tecnico, muitas zonas rapidas, com um ou outro single, nos ultimos quilometros o sobe e desce na zona de pinhal que antecedia a chegada com os singles ja muito "rasgados" que a organização teve o bom senso de alterar o ultimo que estava não ciclavel, criando rota alternativo, o ultimo quilometro era a fundo até a meta.

MARCO LOPES

Parabens a organização, o percurso da meia maratona estava 5 estrelas, a maratona um pouco mais duro como manda a regra, contem conosco para o ano, e mais um excelente prova num Trofeu Ribatejo Norte com maratonas fantasticas.

Quanto as instalações eram muito boas nas piscinas proximo da meta, o almoço a 800mts num restaurante estava muito bom, com arroz de feijão e migas com umas fatias de lombo, bebidas,café e sobremesa e regresso a casa satisfeitos por mais um dia de BTT.

CLASSIFICAÇÃO GERAL
SPRINT --33KM
1º Sergio Gaspar- Bikebox- 1:22:42
2º Nelson Manique- H.C. TURQUEL -1:22:44
3º Fabio Silva- Roda Livre Cartaxo- 1:24:03
28º JOÃO RODRIGUES- A.C. BTT FÔJO/CONST.JORGE RIBEIRO-1:37:27 (10ºSUB-23 ELITE)
36º RENATO VALÉRIO - A.C. BTT FÔJOCONST.JORGE RIBEIRO-1:39:26 (17º MASTERS 30)
44º LUIS MARQUES- A.C. BTT FÔJO/CONST.JORGE RIBEIRO-1:41:19 (5º MASTERS 50)
159º------------------------------------------------3:41:00
DSQ- MARCO LOPES (ALTEROU A DISTÂNCIA por motivos fisicos)

SARA LOPES -2ª ELITE FEM.


CLASSIFICAÇÃO GERAL
MARATONA--55KM
1º Diogo Bras- Marrazes- 2:28:16
2º Paulo Santos- Roodinhas- 2:33:06
3º Diogo Almeida- Marrazes- 2:33:12
62º HUGO LOPES-A.C. BTT FÔJO/CONST.JORGE RIBEIRO-3:24:34- (14º Sub-23/elites)
68º BRUNO CARMO- A.C. BTT FÔJO/CONST.JORGE RIBEIRO-3:34:19- (23º Maseters 30)
80ª SARA LOPES- A.C. BTT FÔJO/CONST.JORGE RIBEIRO-4:17:07- (2ª ELITE FEMININA)
88º--------------------------------------------------------------------------------5:59:00

Texto: R.Valério
Fotos: U.Varela

10ª Maratona BTT "rota da cereja"- Fundão- 18-06-2017


10ª Maratona Cidade do Fundão - Rota da Cereja, evento a contar para o Troféu de Maratonas da Beira Interior nas vertentes Endurance e Race.
Na semana que antecedeu a prova registaram-se temperaturas elevadas ,desta forma, à partida contava-se com uma manhã quente que a juntar à dureza da Serra da Gardunha iria proporcionar aos participantes uma prova bastante dura.
No passado dia 18 de Junho o José Lavrador, Luis Marques (Bifa) e o Hugo Lopes, foram até ao fundão para cumprir este evento. Estando quer o Bifa quer o José Lavrador em 2º lugar nos escalão Masters 50 e Masters 45 respetivamente no Troféu era uma prova com expectativas elevadas.

Os 3 participantes zyberianos:
 J.Lavrador, Luis Marques e Hugo Lopes

Saímos cedo, e como habitual parámos na estação de serviço de Castelo Branco para café. Chegamos ao Fundão pouco depois das 8h onde estacioanamos e levantamos o dorsal calmamente.
Montadas as bicicletas fizemos um bom aquecimento, tirámos a foto da praxe e hidratámos bem dado o que calor que se fazia sentir e entramos para as boxes. 
Como habitual as partidas entre a Maratona e Meia-Maratona foram desfasadas de 5 minutos. O arranque em alcatrão dentro da localidade foi feito a um muito ritmo elevado. Dado o perfil dos KM iniciais, o andamento permaneceu alto mesmo já na terra. 
Na fase inicial da corrida seguimos sempre com a frente da corrida em linha de vista, o José Lavrador deste cedo encostou mais à frente da corrida. 
Numa manhã de muito calor rapidamente entramos na Serra da Gardunha e aí as dificuldades começaram, o Hugo Lopes seguia junto com o Bifa que ia com alguma dificuldade em meter o andamento a que nos tem habituado. 
A juntar às dificuldades fisicas juntou-se um problema mecanico com o selim da bicicleta a desapertar que nos fez parar por três vezes até ficar estável. 

Com todos os contratempos conseguimos seguir sempre com o 2º classificado de Masters 50 em linha de vista mas sem capacidade para o alcançar. O Bifa concluiu assim num excelente 3º lugar ao escalão e por sinal bem sofrido!
Já o José Lavrador concluiu mais uma prova em 15º à geral e 1º lugar no escalão Masters 45. 
A serra nesta zona tem subidas bastante inclinadas e longas mas também é de uma  beleza enorme natural magnifica. 
Mais uma vez tivemos a oportunidade de pedalar num percurso bastante duro mas completo, zonas rolantes, subidas longas e duras e ainda excelentes single track. 
Um ponto menos positivo a destacar foi a organização não dar agua em mão aos atletas. Na zona de junção dos percursos, uma subida de calçada romana, foi-nos negada agua por 2 elementos do staff, tendo nós de parar e apanhar as garafas de agua se assim nos quiséssemos refrescar.

Dada a distância e os nossos atletas no pódio, ficámos para almoçar, o qual foi servido rápido e estava excelente. 
A parte mais chata foi termos de aguardar até às 15h30 até que a entidade politica que procedeu à entrega dos prémios chegasse. É sem dúvida um ponto a rever pois é algo que para quem é de longe é bastante desagradável, fica como sugestão a entrega dos prémios assim que os atletas que completam um escalão cortam a meta. 

No geral um bom evento com qualidade já conhecida que certamente marcaremos presença em edições futuras. 
Faltou fotógrafos para registar o momento para a posteriedade.

1º João Mariano- BTT Gardunha- 1:42:45
2º Edgar Cordeiro-BTT Assumar Muachos- 1:43:14
3º Pedro Lacão DAP Portalegre- 1:44:20
15º JOSÉ LAVRADOR-A.C. BTT FÔJO/CONSTRUÇÕES JORGE RIBEIRO- 1:54:06
43º HUGO LOPES- A.C. BTT FÔJO/CONSTRUÇÕES JORGE RIBEIRO- 2:13:13
44º LUIS MARQUES- A.C. BTT FÔJO/CONSTRUÇÕES JORGE RIBEIRO- 2:13:17
75º--------------------------------------------------------4:27:00

1º Nuno Santos -BTT Trancoso- 1:52:45
2º Tiago Martins- DAP Portalegre- 1:53:55
3º Daniel Craveiro-AB Cansado- 1:54:03
11º HUGO LOPES- A.C. BTT FÔJO/CONSTRUÇÕES JORGE RIBEIRO- 2:13:13


1º JOSÉ LAVRADOR-A.C. BTT FÔJO/CONSTRUÇÕES JORGE RIBEIRO- 1:54:06
2º Agnelo Quelhas- BTT Gardunha-1:58:09
3º Rui Tapadas- ACIN /Interfer- 2:02:09
8ª-----------------------------4:27:00


1º António Catarino- Bicicletas Santiago- 1:49:34
2º Luis Matos- Casa Benfica Castelo Branco-2:11:31
3º LUIS MARQUES- A.C. BTT FÔJO/CONSTRUÇÕES JORGE RIBEIRO- 2:13:17
11º-------------------------------------------2:45:00

Texto: H.Lopes
Fotos: ACBTT FOJO